Xarope de agave: é mesmo um adoçante natural e saudável?

Quem sou
Elia Tabuenca García
@eliatabuencagarcia
Autor e referências

O suco de agave é realmente um produto natural e menos prejudicial que o açúcar? A julgar pelos métodos de produção e pela quantidade de frutose contida, parece que não ...

Não guarde o abacate assim: é perigoso

Até agora sabemos que seria melhor consumir o mínimo de açúcar possível, a Holanda está até pensando em taxar, já que essa substância é acusada de criar dependência como uma droga real. Aqui, então, é que aqueles que se preocupam com sua saúde se aproximam com confiança alternativas naturais: estévia, suco de bordo, arroz ou malte de cevada, mel, etc. Entre estes existe também o xarope de agave mas ultimamente acusado de não ser muito natural, vamos ver porquê...





Il suco de agave, usado desde a era asteca, é um xarope doce que é extraído de uma planta suculenta típica do México, Agave Tequiliana Weber. A ser questionado é o método industrial com o qual é produzido hoje e l 'quantidade excessiva de frutose concentrada presente neste xarope agora difundido em lojas de alimentos naturais.

O suco obtido a partir do amido da raiz do bulbo de agave seria de fato submetidos a processos químicos para garantir que o produto possa ser usado como adoçante e armazenado por um longo tempo. Esses processos alteram drasticamente os açúcares naturalmente presentes na planta, transformando-os e concentrando-os. O que certamente não pode ser considerado natural nem benéfico e saudável.

Outro detalhe que não deve ser subestimado é o fato de que, para fazer a calda, altas temperaturas são usadas e isso faz com que todos os sais minerais e vitaminas presentes na planta sejam destruídos, criando assim um produto final desprovido de nutrientes.

Na opinião do dr. Ingrid Kohlstadt, médico do American College of Nutrition, esse adoçante “é quase todo frutose, açúcar altamente processado”. Acrescenta Dr. Mercola: “A maioria dos xaropes de agave tem um teor de frutose maior do que qualquer adoçante comercial – 70 a 97% dependendo da marca, o que é muito maior do que o próprio xarope de frutose. , que em média é 55%”. Como já se sabe, a ingestão de grandes quantidades de frutose concentrada (muito diferente daquela contida naturalmente nas frutas que nosso corpo é capaz de assimilar e usar ao máximo) pode causar diabetes, doenças cardíacas, aumento do colesterol e fadiga a longo prazo. .

Mas não para por aí... essa calda nem teria a vantagem de ter alguns caloria já que são 16 para cada colher de chá, praticamente igual ao açúcar comum.



Conclusão? Na dúvida é melhor evitar, tendo também em conta o preço e dado que podemos escolher entre outros adoçantes mais naturais ou dar-nos directamente (mas com moderação) um pouco de açúcar mascavado.



Leia também:

- Adoçantes naturais: 10 alternativas válidas ao açúcar branco

- Os adoçantes artificiais são tão prejudiciais quanto o açúcar branco

- Stevia: cultive e produza seu próprio adoçante natural

Adicione um comentário do Xarope de agave: é mesmo um adoçante natural e saudável?
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.