Vamos comemorar o dia dos namorados antes de tudo nos amando

Quem sou
Carlos Laforet Coll
@carloslaforetcoll
Autor e referências

Vamos comemorar melhor o Dia dos Namorados com o maior amor que deveria existir em nossa vida: o amor próprio!

Não guarde o abacate assim: é perigoso

Eles nos dizem que o amor é algo mágico, que devemos desejar e obter, mas quase nunca nos dizem para amar a nós mesmos antes de amar os outros. Não nos entenda mal, o amor compartilhado com outra pessoa é maravilhoso, mas nunca será suficiente se não tivermos amor próprio em primeiro lugar.





Amar uns aos outros, reservar um tempo para pensar em si mesmo e fazer o que gostamos e nos fazer felizes é a chave de tudo. Não limitamos o Dia dos Namorados celebrando apenas os casais apaixonados, celebramos o amor em todas as suas formas, começando por quem se ama primeiro. Porque o amor próprio é o primeiro e mais importante passo para uma vida feliz.

Aqui vão 5 dicas para te ajudar a construir, trabalhar e aumentar o amor próprio, e assim poder comemorar o Dia dos Namorados independente de ter uma pessoa ao seu lado!

conteúdo

Melhorar o que pensamos sobre nós mesmos

Quantas vezes nos sentimos desconfortáveis ​​comparando-nos com os outros e o que achamos que eles esperam de nós? É hora de parar. O confronto é um ataque à auto-estima. Melhor encontrar um equilíbrio entre quem somos e o que queremos nos tornar, reconhecendo nossas qualidades e definindo nossas áreas de aprendizagem.

Nem manipulação nem vício

Manipulação ou vício são formas prejudiciais de se relacionar com os outros. Precisamos nos sentir bem e confortáveis ​​com nós mesmos, independentemente do que os outros pensam, dizem e fazem. À medida que amadurecemos emocionalmente, estamos cientes de nossos sentimentos e não precisamos mudar os outros ou influenciar seu comportamento para alcançar nosso bem-estar.

Perdoe-nos

Às vezes somos muito duros conosco mesmos e tendemos a nos julgar pesadamente, mas somos humanos e cometemos erros. Em vez de pensar nos erros, vamos nos concentrar nas soluções. As pessoas que conseguem construir o amor próprio reconhecem seus erros, tentam corrigi-los e, mais importante, aprendem.

Combatendo o medo com confiança

O medo de errar, de não estar à altura, do que os outros vão nos dizer, de não estar no controle ou ter medo de perdê-lo: esses são apenas alguns dos medos que sentimos. Tentamos derrotar o medo com confiança. Identifiquemos o que nos assusta e confiemos em nossos recursos internos, para melhor enfrentar as diferentes situações lembrando que, se superamos outras crises, também conseguiremos superar essa.



Podemos dizer não

Por medo, insegurança, dependência emocional, passividade ou falta de autoestima muitas vezes acabamos dizendo “sim” para tudo, esquecendo de nós mesmos. Podemos dizer "não" quando quisermos e graças a isso encontraremos mais tempo para amar ou amar uns aos outros. Somos os únicos que definem os limites, antes que a carga seja insuportável.

"Apaixone-se por você, pela vida e por quem você quiser", disse Frida Kahlo. Vamos celebrar o amor próprio e nos mimar não só no dia 14 de fevereiro, mas sempre. Feliz Dia dos namorados!

Siga seu Telegram Instagram | Facebook TikTok Youtube

LEIA também:

  • Dia dos Namorados: história, mitos e lendas do santo dos amantes (mas também das crianças)
  • Dia dos Namorados: Niu Lang e Zhi Nula, a bela lenda oriental que celebra o poder do amor
  • Exposições nos Museus Cívicos e na Galeria Borghese: o Dia dos Namorados em Roma nunca foi tão romântico
  • Dia dos Namorados: presente de 5 ideias fai-da-te
Adicione um comentário do Vamos comemorar o dia dos namorados antes de tudo nos amando
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.