Suplementos à base de cúrcuma: os casos de hepatite apurados pelo ISS são 10. MARCHE e LOTTI

Quem sou
Carlos Laforet Coll
@carloslaforetcoll
Autor e referências

Novos suplementos de açafrão retirados devido ao risco de hepatite. Fala-se em 9 casos, embora o número tenha subido para 10. Isso foi confirmado pelo Ministério da Saúde

Novos suplementos de açafrão retirados devido ao risco de hepatite. Fala-se em 9 casos, embora o número tenha subido para 10. Isso foi confirmado pelo Ministério da Saúde.





Ainda é alarmante para suplementos à base de curcumina. Inicialmente, havia 2 casos confirmados de hepatite, depois o número subiu para 9, mas nos últimos dias houve outros relatos.

De acordo com o que relatado pelas autoridades ministeriais, em 17 de maio, o Istituto Superiore di Sanità relatou até 9 casos de hepatite colestática aguda, não infecciosa e não contagiosa, ligada ao consumo de açafrão.

“Investigações estão em andamento para identificar a causa responsável pelos casos de hepatite. Os consumidores são aconselhados por precaução a suspender temporariamente o consumo destes produtos”, lê-se no comunicado.

Na semana passada, apenas 2 suplementos foram retirados, mas agora a lista de pessoas em risco cresceu.

ATUALIZAÇÃO DE 22 DE MAIO

Ontem, o Instituto Nacional de Saúde relatou 10 casos de hepatite colestática aguda, não infecciosa e não contagiosa, atribuível ao consumo de cúrcuma. Uma série de verificações estão em andamento pelas autoridades de saúde.

"O décimo caso foi associado ao consumo de: Curcuma 95% Lote máximo 18L264 vencimento 10/2021 produzido por EKAPPA LABORATORI srl em nome de Naturando Srl"

Aqui está a lista de todos os produtos relatados:

  • Complexo de cúrcuma aromático BAI em nome da loja Vitamin
  • Tumercur Sanandrea
  • Fábrica da MOVART Scharper SpA em Nichelino
  • Curcuma Meriva 95% 520mg Piperina 5mg Farmácia dr. Pessoal, Malcontenta
  • Cúrcuma “Bom por natureza” Colfiorito
  • Curcumina Plus 95%, lote 18L823 NI.VA produzido pela Frama, validade 10/2021
  • Curcumina 95% Kline lote 18M861 NI.VA produzido pela Frama, validade 11/2021.
  • Linha Curcumin Plus 95% piperina @ lote 2077-LOT 19B914 NI.VA produzida por Frama
  • Linha Curcumin Plus 95% piperina @ 18c590 NI.VA fabricada pela Frama

No caso do Curcumin Plus 95%, lote de produção 18L823 e curcumin 95%, lote de produção 18M861, a empresa que os produz também tinha publicado um aviso em seu site convidando quem os comprou a entrar em contato com a empresa. 



O Instituto Superior de Saúde tinha confirmado que estes eram os suplementos produzidos por NI.VA di Destro Franco & Massetto Loretta SNC com sede em via Padova 56, Vigonza (PD), produzidos pela fábrica FRAMA SRL em Noventa Padovana (PD).

O que esta acontecendo?

O ministério e o Instituto Nacional de Saúde nomearam uma comissão de especialistas para estudar a situação. Lá curcumina na verdade não é perigoso, pelo contrário. Por isso estamos tentando entender qual a origem da contaminação responsável pelos casos de hepatite, contaminação que atinge diferentes marcas e produtos.



De qualquer forma, se você os comprou, evite usá-los.

LEIA também:

  • Cúrcuma: o que acontece com o corpo com uma colher de chá por dia
  • Esses suplementos alimentares são perigosos e devem ser proibidos (incluindo suco de aloe)

Francesca Mancuso

Adicione um comentário do Suplementos à base de cúrcuma: os casos de hepatite apurados pelo ISS são 10. MARCHE e LOTTI
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.