Streptococcus: sintomas, causas e tratamento da infecção

Quem sou
Carlos Laforet Coll
@carloslaforetcoll
Autor e referências

Streptococcus é uma bactéria da qual existem várias espécies e que pode causar diferentes tipos de infecção dependendo da área do corpo onde ocorre. Então vamos ver quais sintomas podem aparecer e quais são os tratamentos a seguir em caso de infecção estreptocócica.


Não guarde o abacate assim: é perigoso

Lo estreptococo é uma bactéria da qual existem várias espécies e que pode causar diferentes tipos de infecção dependendo da área do organismo em que ocorre. Vamos ver então que sintomas podem aparecer e o que são os tratamentos a seguir em caso de infecção estreptocócica.




Vamos começar dizendo que existem aprox. 20 espécies diferentes de estreptococos mas apenas alguns envolvem riscos para o nosso corpo. Os mais comuns que criam situações patológicas especialmente em crianças são estreptococos beta-hemolíticos dos grupos A e B.

conteúdo

SINTOMAS DE STREPTOCOCCUS

Os estreptococos do grupo A podem causar várias doenças e sintomas, como dor de garganta, amigdalite, pneumonia, escarlatina e infecções de pele. Na maioria dos casos, a infecção por estreptococos é devido ao Streptococcus pyogenes que faz parte do grupo A e na maioria das vezes causa faringite.

Os sintomas que aparecem com mais frequência são, portanto: garganta vermelha com ou sem placa, gânglios linfáticos e amígdalas inchados, dor de cabeça e febre. Se a infecção não for reconhecida e tratada, a situação pode piorar causando escarlatina, febre reumática, impetigo ou quarta doença.

Nós resumimos o sintomas do estreptococo do grupo A.

  • Dor de garganta
  • Amigável
  • Pneumonia
  • Scarlatina
  • Infecções de pele
  • Faringite
  • Placas na garganta
  • Amígdalas inchadas
  • Linfonodos aumentados
  • Dor de cabeça
  • febre
  • Febre reumática
  • Impetigine
  • Scarlatina
  • Quarta Malattia

Veja também: SCARLATTINA: SINTOMAS, CONTAGIOS E TRATAMENTOS EM CRIANÇAS E ADULTOS (FOTO)

Os estreptococos do grupo B podem ser mais perigosos, pois são responsáveis ​​por meningite, endocardite, artrite séptica e septicemia.

Estes eu sintomas do estreptococo do grupo B.

  • Meningita
  • Endocardite
  • Artrite séptica
  • Septicemia

ALONGAMENTO NA GRAVIDEZ

Atenção também às mulheres grávida: este tipo de estreptococos pode de fato ser encontrado no ambiente vaginal e em um período normal ela não teria nenhum tipo de complicação, mas a situação é diferente em caso de parto iminente. A presença desse microrganismo, de fato, pode ser perigosa para o recém-nascido, razão pela qual se for detectado estreptococo na vagina ou no ânus, a mulher terá que seguir um antibioticoterapia durante o parto.



É muito importante, uma vez desenvolvidos os sintomas, entender se se trata de uma infecção estreptocócica em fase de cotonete, a maneira mais simples e segura de ter certeza da presença desse microrganismo.

ALONGAMENTO EM CRIANÇAS

O estreptococo em crianças é um problema muito comum, especialmente entre os pequenos que frequentam o jardim de infância ou a escola. Esta bactéria se esconde em diferentes áreas do corpo e pode pertencer a diferentes linhagens. Os sintomas também são diferentes em cada caso.

Leia também: INFECÇÃO POR STEPTOCOCCO: COMO INTERVENIR CRIANÇAS

CAUSAS DE STR

Como você consegue estreptococos? Muitas vezes entramos em contato com as bactérias estreptocócicas que vivem em nosso organismo, em alguns casos de forma assintomática. Mas quando nosso sistema imunológico sofre um rebaixamento das defesas aqui, as espécies estreptocócicas mais agressivas podem assumir o controle fazendo aparecer um ou mais dos sintomas e patologias listados acima.

Certamente frequentar lugares fechados e lotados como muitas vezes são jardins de infância, escolas, ginásios, centros desportivos, etc. torna especialmente as crianças que são afetadas na maioria dos casos por estreptococos.

Vamos resumir as causas de contágio e infecção estreptocócica.

  • Diminuição das defesas imunológicas
  • Atendimento de locais fechados e lotados
  • Contato com espécies estreptocócicas agressivas
  • Transmissão pelas gotas de saliva
  • Transmissão por tosse e espirro

STR, TRATAMENTOS E REMÉDIOS NATURAIS

Em caso de infecção por estreptococos, é É muito importante seguir uma terapia para evitar que o microrganismo se espalhe ainda mais agravando os sintomas. Principalmente quando se trata de crianças, é importante seguir as orientações do pediatra que, sem dúvida, prescreverá antibioticoterapia por um período de alguns dias a ser avaliado caso a caso.



  • Terapia antibiótica prescrita pelo médico
  • Medicamentos recomendados pelo médico
  • Ribes nigrum para apoiar o sistema imunológico
  • Mel para tosse e dor de garganta

Tem alguns remédios naturais que podem apoiar o sistema imunológico na luta contra a bactéria (por exemplo, a groselha preta) ou aliviar os sintomas de faringite (como mel), mas não substituem a terapia estabilidade ao médico.

Adicione um comentário do Streptococcus: sintomas, causas e tratamento da infecção
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.