Sistri: extensão publicada no Diário Oficial. Sanções a partir de janeiro de 2011

Quem sou
Carlos Laforet Coll
@carloslaforetcoll
Autor e referências

Conforme anunciado nos últimos dias e reiterado por GreenBiz.com, a tão esperada extensão para todo o Sistri, o sistema de gestão de TI para a rastreabilidade de resíduos especiais que deveria estar totalmente operacional em 1 de outubro de 2010, foi finalmente oficializado no Gazeta Oficial.



Ele está prestes a acabar atropelado, sua mãe o salva

Conforme anunciado nos últimos dias e reiterado por GreenBiz.com a tão esperada extensão para todo o Sistri, o sistema de gestão de TI para a rastreabilidade de resíduos especiais que deveria ter sido totalmente operacional em 1 de outubro de 2010.



Por outro lado, o decreto de 28 de setembro de 2010 publicado ontem, composto por apenas dois artigos, deixando a data de XNUMX de outubro como o início das operações formais do Sistri empresas "atrasadas" por mais 3 meses adequar-se à nova legislação e substituir suportes de papel como o registro de carga e descarga de resíduos por dispositivos eletrônicos.

Na prática, quem já se adaptou e conseguiu ter a posse do novas mídias eletrônicas podem já começam a utilizá-los, enquanto para aqueles que ainda não os receberam o decreto fixa a data de Novembro 30 2010 como termo para entrega de chaves e caixas pretas. O prazo para a utilização de documentos em papel foi fixado em 31 de Dezembro de 2010 e as respectivas sanções terão portanto início a partir de 2011, a partir de 1 de Janeiro.

 

O de ontem representa mais uma extensão do Sistri, o quarto, solicitado em voz alta pelas empresas e associações comerciais interessadas, como CNA, Rete Impresa, Assosoftware e a própria Confindustria. Extensão absolutamente necessária, tendo em conta os grandes atrasos, "para permitir a conclusão da fase de configuração e entrega dos dispositivos eletrónicos necessários ao arranque do sistema e assim garantir o funcionamento pleno e contínuo do mecanismo de rastreabilidade de resíduos"

Estima-se, de fato, que sejam pelo menos os 50% das empresas ainda não possuem o material e de acordo com a Unatras “só um em cada dez veículos conseguiu se equipar com a caixa-preta necessária para realizar o controle de resíduos via satélite”.

O decreto de prorrogação de ontem, portanto, que prorrogou os prazos de execução e previa a período de coexistência da rastreabilidade do papel e do computador, permitirá concluir as operações de entrega dos dispositivos e verificar o correto funcionamento do sistema eletrônico. No que respeita às sanções, nestes três meses de experimentação as infracções puníveis permanecerão exclusivamente as relativas à violação das obrigações relativas aos registos e formulários.



Somente a partir de 2011º de janeiro de XNUMX serão aplicadas as sanções ao Sistri.

Simona Falasca

Leia nossa análise aprofundada sobre o SISTRI

Leia todos os nossos artigos no SISTRI

Adicione um comentário do Sistri: extensão publicada no Diário Oficial. Sanções a partir de janeiro de 2011
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.