Queijo contaminado com salmonela retirado: marca e lote

Quem sou
Elia Tabuenca García
@eliatabuencagarcia
Autor e referências

Este queijo foi retirado pelo Ministério da Saúde porque pode ter sido contaminado com a bactéria salmonela

Não guarde o abacate assim: é perigoso

Queijo potencialmente contaminado com salmonela. Novo alerta alimentar do Ministério da Saúde que recolheu um lote de queijo, cujo consumo pode ser perigoso para a saúde.





De acordo com a nota ministerial, o queijo piemontês Raschera pode estar contaminado pela bactéria salmonela. Foi produzido pela empresa leiteira Ceirano - Villosio srl, com sede em Scarnafigi (CN) na via Principe Amedeo 14.

O Ministério informa o risco microbiológico associado à presença de Salmonella spp (Salmonella Brandenburg) no produto.

Em particular, o queijo em causa é vendido inteiro a retalho e caracteriza-se pelo número de lote 06-06-2020, com vencimento em 9-11-2020.

Se você o comprou recentemente, evite consumi-lo e leve-o de volta ao ponto de venda para troca ou reembolso.

Para ler o aviso de segurança clique aqui

Fontes de referência: Ministério da Saúde

LEIA também:

  • Conad faz recall de flocos de milho para alérgenos não declarados no rótulo
  • Salmão infestado de bactérias retirado do Ministério da Saúde
  • A mussarela azul está de volta, desta vez sob a marca Vallelata. Aqui estão os lotes retirados
  • Salada russa 100% vegetal retirada devido à presença de ovo não declarado no rótulo
Adicione um comentário do Queijo contaminado com salmonela retirado: marca e lote
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.