Preste atenção às novas válvulas termostáticas, elas nos fazem gastar mesmo quando os radiadores estão desligados

Quem sou
Elia Tabuenca García
@eliatabuencagarcia
Autor e referências

Válvulas termostáticas que "ativam" sozinhas, aumentando o custo da conta mesmo quando os radiadores estão desligados. Para relatar esta anomalia foi o Lifebuoy por recomendação de um leitor. Este último verificou que o seu contador, correctamente reajustado pelo técnico, passado pouco tempo e ainda sem utilizar os radiadores, apresentava 315 disparos, o equivalente a cerca de 30 euros.



Ele está prestes a acabar atropelado, sua mãe o salva

Válvulas termostáticas que "ativam" sozinhas, aumentando o custo da conta mesmo quando os radiadores estão desligados. Para relatar esta anomalia foi o Lifebuoy por recomendação de um leitor. Este último verificou que o seu contador, correctamente zerado pelo técnico, passado pouco tempo e ainda sem utilizar os radiadores, marcava 315 disparos, o equivalente a cerca de 30 euros.



A história deu o alarme, pois outras pessoas, involuntariamente, podem ter pago sem usar os radiadores.

Desde 2016, as válvulas termostáticas são obrigatórias em condomínios com sistemas de aquecimento centralizado para promover a economia de energia. De facto, permitem abrir e fechar a circulação de água quente no radiador e permitem manter constante a temperatura definida concentrando o calor nos ambientes mais frequentados. Desta forma, o desperdício é reduzido. Além das válvulas, o sistema também possui distribuidores di caloria.

Aqui está o que aconteceu com Franco Lodigiani. O homem relatou um problema com os alocadores de custos de calor, pequenas caixas anexadas aos radiadores. Estes detectores são exigidos por lei juntamente com válvulas termostáticas,

“No ano passado, em setembro de 2016, - escreve o Sr. Lodigiani - os alocadores de custos de calor também foram aplicados em nossos apartamentos. No final da temporada, após a passagem do técnico designado para tirar e zerar os medidores, verifico nos próprios instrumentos que o procedimento foi bem-sucedido e que mostram o valor zero definido para a nova temporada. Tudo perfeito".

Nada de estranho aqui.

Pouco depois, no final de setembro, o Sr. Lodigiani verifica o medidor por uma questão de escrúpulo, antes de ligar o aquecimento. Assim ele descobre que os distribuidores de calor já registraram 315 disparos, o que

“Representam as frações de consumo calculadas com base no consumo médio do condomínio”.

Fazendo uma relação entre o total de shots consumidos no último inverno e o custo das facturas de aquecimento, o homem chegou à conclusão de que estes 315 shots tinham sido mal calculados e correspondiam a cerca de 30 euros.


Mas é realmente possível gastar 30 euros sem perceber e por causa dessa anomalia?


Após contactar a administradora do condomínio uma vez que os alocadores de custos de aquecimento não deveriam estar em funcionamento nos meses de verão, o homem também consultou o instalador, recebendo como resposta a certeza de ser reembolsado no final do exercício 2017/2018.

“Neste momento pergunto-me se este comportamento anómalo se deve apenas ao modelo instalado nos nossos apartamentos ou se diz respeito a todos os alocadores de custos de calor. Se sim, teríamos que nos preocupar”, diz.

Franco Pozzoni, presidente da CNA sistemas de instalação da Lombardia, confirmou que isso é normal, pois o detector acompanha a diferença de calor do radiador em relação ao ambiente.

"Se eu tenho um radiador que é irradiado pelo sol durante o verão, e a chapa de aço é aquecida, fica quente em relação ao ambiente, o alocador de custo de calor começa a contar". Segundo a Salvagente, uma diferença de temperatura de 3 a 4 graus entre o radiador e o ambiente ao redor é suficiente para iniciar a contagem dos disparos. Um verdadeiro absurdo.

LEIA também:

  • AQUECIMENTO: COMO POUPAR DINHEIRO E ENERGIA. CONSELHOS DOS ESPECIALISTAS
  • CARAS CONTAS E AQUECIMENTO: 10 REGRAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA

Então, o que fazer se você se encontrar em uma situação desse tipo? É aconselhável assinalar ao administrador ou à empresa responsável pelas termoelétricas a não regularidade da distribuição das despesas, e solicitar o reembolso. Muitos cidadãos, mesmo que não saibam, estarão nesta situação.



Francesca Mancuso

Adicione um comentário do Preste atenção às novas válvulas termostáticas, elas nos fazem gastar mesmo quando os radiadores estão desligados
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.