Ikea compra móveis usados: é assim que o Second Life funciona

Quem sou
Elia Tabuenca García
@eliatabuencagarcia
Autor e referências

A Ikea comprará de volta móveis usados, dando cupons em troca. Esta é a nova iniciativa que terá início a partir do próximo dia 1 de Janeiro. Uma experiência piloto que permitirá a quem quiser desfazer-se dos móveis conseguir até 60% do preço inicial, ao mesmo tempo que dá a possibilidade de os comprar a um preço mais baixo



Ele está prestes a acabar atropelado, sua mãe o salva

Ikea vai comprar de volta i mobília usada, dando em troca de cupons. Esta é a nova iniciativa que terá início a partir do próximo dia 1 de Janeiro. Uma experiência-piloto que permitirá a quem quiser desfazer-se dos móveis conseguir até 60% do preço inicial, ao mesmo tempo que dá a possibilidade de comprá-los a um preço mais baixo.



Billy, Klippan, Glimma ou Lixhult podem, portanto, acabar em casas a preços significativamente mais baixos. O teste para o momento diz respeito apenas à loja Ikea em Spreitenbach na Suíça e será chamado Second Life.

Comprar móveis usados ​​da Ikea, como funciona?

Para quem não quer gastar (por opção ou devido a possibilidades económicas reduzidas) os valores dos móveis novos, a Ikea oferece a oportunidade de comprar móveis em segunda mão com vista à reciclagem e reutilização de móveis em bom estado.

Já os clientes que quiserem vender seus móveis podem devolvê-los à loja onde foram comprados e receber uma quantia até 60% do preço original com cobrança em domicílio, com base em alguns parâmetros com os quais é calculado o preço máximo de recompra.

"Começaremos em 1º de janeiro de 2018. O projeto piloto será limitado à loja de móveis Ikea Spreitenbach", diz o porta-voz do gigante sueco, Manuel Rotzinger.

Atualmente, por três meses, armários, estantes, cômodas, cômodas, mesas, cadeiras, poltronas, móveis de escritório e camas podem ser devolvidos, desde que sejam

“Totalmente montado, seguro para uso e em boas condições”, explica Rotzinger.

Em janeiro e fevereiro, a Ikea também retomará os produtos mais populares da última década. No entanto, em vez de dinheiro ou transferência bancária, os clientes receberão um bom, un vale para gastar nas lojas Ikea para a compra de outros produtos.

De acordo com o que foi divulgado, o objetivo do projeto decorre de uma pesquisa que a Ikea realizou há dois anos em 2000 residentes na Suíça. Descobriu-se que muitos tinham muitos itens da Ikea que não eram mais usados ​​em porões e garagens. Dois terços dos entrevistados disseram ser a favor da devolução de móveis em troca de um vale-compras.



LEIA também:


  • IKEA LANÇA A NOVA LINHA DEDICADA A CÃES E GATOS

Por sua própria admissão, a Ikea afirma promover a economia circular com "Second Life“, Permitir que todos possam comprar seus móveis e favorecer a reutilização.

Francesca Mancuso

Adicione um comentário do Ikea compra móveis usados: é assim que o Second Life funciona
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.