Conhecer a nós mesmos, o desafio mais difícil que podemos assumir

Quem sou
Carlos Laforet Coll
@carloslaforetcoll
Autor e referências

Conhecer a nós mesmos deve ser uma prioridade em nossa vida. Se não sabemos quem realmente somos, no fundo fica mais difícil tomar decisões sobre o futuro, pois nem sabemos exatamente o que queremos nos tornar.

Conhecer a nós mesmos deve ser uma prioridade em nossa vida. Se não sabemos quem realmente somos, no fundo fica mais difícil tomar decisões sobre o futuro, pois nem sabemos exatamente o que queremos nos tornar.





Como podemos estabelecer metas importantes na vida ou ter bons relacionamentos com os outros se nem ao menos sabemos o que realmente queremos? Eis então que conhecer a nós mesmos se torna um verdadeiro desafio, talvez o mais difícil que podemos empreender na vida. Mas então nosso caminho será realmente mais fácil.

Se não nos conhecemos, podemos nos ver cercados de confusão com grande perda de tempo e com o risco de perder muitas oportunidades bonitas.

Às vezes tendemos a subestimar a importância de conhecer a nós mesmos. Por exemplo, muitos de nós vivemos dia após dia apenas para chegar à noite sem fazer perguntas importantes sobre como construir um futuro melhor e sem fazer escolhas conscientes.

É difícil estabelecer metas, se automotivar e alcançar a meta se você não tiver certeza do que é o verdadeiro objetivo que queremos.

Como podemos fazer para nos conhecermos melhor? Existem muitos testes de personalidade. mais ou menos graves, que conseguem revelar algo sobre nós, mas o verdadeiro desafio é o confronto com o próprio mundo interior.

Veja também: O TESTE TIBETANO QUE REVELA SUA PERSONALIDADE EM APENAS 3 PERGUNTAS

E deste ponto de vista, para iniciar uma verdadeira jornada dentro de si, só podemos recomendar a meditação.

Existem várias técnicas de meditação. Alguns exigem que você se concentre em seu corpo, outros que reconheçam suas emoções, outros ainda que chamem a atenção para a respiração e outros que tentem ir mais fundo, em busca do núcleo de nossa personalidade.

“Conhece-te a ti mesmo” é um lema que chegou até nós do mundo antigo e que foi interpretado de muitas maneiras diferentes. Está ligado, por exemplo, à figura de Apolo e ao templo dedicado a ele em Delfos com o sentido de lembrar ao homem reconheça suas limitações.



Se pensarmos nisso, aprender a conhecer quais são nossos limites e quais são nossas forças e habilidades nos permite nos direcionar na vida para agir de acordo com nossas reais inclinações. Além disso, os limites que temos no momento não são necessariamente intransponíveis, muito pelo contrário.

Veja também: MEDITAÇÃO: COMO 10 MINUTOS POR DIA PODEM MUDAR A VIDA PARA MELHOR

Reconhecer nossos limites pode nos ajudar a nos comprometermos a superá-los, principalmente quando se trata de questões relacionadas às nossas emoções que devem ser desbloqueadas para nos fazer sorrir novamente para a vida.

O homem deve se tornar o que sua natureza mais profunda lhe indica. Em particular, segundo Sócrates, aquele que se dedica ao conhecimento, a partir de si mesmo, poderá alcançar a felicidade duradoura, que é essencialmente a felicidade da alma, uma felicidade infinita porque a alma é imortal.



Para Sócrates, o movimento délfico de "Conhece-te a ti mesmo" significa "Conhece a tua mente, conhece a tua alma". E este é provavelmente o desafio que devemos assumir para realmente descobrir quem somos.

Marta Albè

Adicione um comentário do Conhecer a nós mesmos, o desafio mais difícil que podemos assumir
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.